Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Restart

A Restart é um centro de formação profissional que constitui um espaço único de formação, produção e animação cultural em Lisboa.

O QUARTO FANTASMA livemusic@restart 24 Janeiro, 19h

 

 

O Auditório RESTART, vai receber a 24 de Janeiro, "O Quarto Fantasma".


O QUARTO FANTASMA é A. Góis, P. Diogo e J. Trigo. Trio de Lisboa de rock experimental. Músicas amplamente instrumentais com guitarras eléctricas, vozes, bateria, electrónica e ruído. Exploram várias dinâmicas, num intervalo que vai do quase silêncio a explosões de som intensas.

Lançaram o Ep ARDER”  em 2011 bem recebido pela crítica como o seguinte comprova:


O Quarto Fantasma

O EP traz apenas três temas, dois originais e uma grande versão de Zeca Afonso – intenso e interminável, o prazer concedido pela audição desta “Canção de Embalar”. E no fim, sobra aquela dura sensação de sede, mesmo que o grupo disponha de uns simpáticos 18 minutos para nos oferecer três temas apenas. Pessoalmente, prefiro pensar que é apenas um aperitivo e que o melhor está ainda para vir.

in A TROMPA– RUI DINIS

 

 

Começa com um leve desbotar de pétalas num Outono que se revela negro, as folhas caem à batida de um vento que se aproxima.. o seu som, como se de um sussurro se tratasse, parece dizer: “Deixa-me respirar….”

in BLOG PARA OUVIR

 

O respirar contínuo que é expelido dos seus instrumentos são uma leveza cerebral de minutos, um extrapolar para o mundo psicadélico de onde não queremos regressar”

in blog habemusmusica



+Info:
Facebook
bandcamp

 

ANIMAÇÃO CULTURAL RESTART | ENTRADA LIVRE

Concerto Maltês| 19 de Dezembro | 19h | Auditório Restart

 

 

Uma sonoridade acústica que transporta ao universo do folk ou/e do indie rock é projectada das colunas quando se ouve a banda de João Neto (oioai), Ricardo Frutuoso (ex-Toranja, Rádio Macau), Jonny Dinamite (Murdering Tripping Blues) e Tiago Chefe.

Maltês, que renasceu em 2011, apresenta nos versos simples e concisos das letras cantadas em português a verdade sobre o reino animal.

Se o conceito pode parecer, numa primeira aproximação, demasiado simplista e cru, quando dissecado percebe-se que não o é.

Todavia nem só de “palavras de ordem” vive este primeiro projecto,

E se as letras são importantes para o conceito que Maltês imprime neste primeiro projecto, a sonoridade tem um papel de igual relevo. É na democratização dos sons que se revelam os mais inesperados instrumentos a serem utilizados das mais estranhas maneiras… O solo da guitarra portuguesa, a harmónica típica dos blues americanos, o som metálico da guitarra dobro, ou o cantar do berimbau, entre outros, juntam-se às duas guitarras, bateria e contrabaixo.

 

Links Maltês

Facebook
Youtube

Bandcamp


ANIMAÇÃO CULTURAL RESTART | ENTRADA LIVRE